IPRECON É DESTAQUE NACIONAL PELO 6º ANO CONSECUTIVO

No dia 8 de novembro de 2016, durante o 16º Congresso Nacional de Previdência da Associação Nacional de Entidades de Previdência dos Estados e Municípios – ANEPREM, em Vitória, ES, o IPRECON recebeu a premiação pelo primeiro lugar no Prêmio Nacional “Boas Práticas de Gestão Previdenciária”, na categoria pequeno porte (com até dois mil segurados).

O Prêmio é uma iniciativa da ANEPREM e contou com o apoio da Secretaria de Previdência, da Revista Investidor Institucional da Revista RPPS do Brasil, da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – ABRAPP, da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – ANBIMA e do Conselho Federal de Administração – CFA.

Para os membros da comissão julgadora, ficou claro que o Prêmio tem proporcionado uma melhor organização, conhecimento das atividades e processos de trabalho, aumento da motivação dos servidores, maior transparência e facilidade de acesso às informações, perpetuando as boas práticas pela padronização.

O IPRECON conquistou o primeiro lugar pelo 6º ano consecutivo e, neste ano, também atingiu a maior pontuação de todas as categorias. Para Lucilene Lourdes Dal Prá Lazzarotti, Diretora-Presidente do IPRECON “a premiação é o reconhecimento de um trabalho sério e contínuo, realizado pela equipe, conselhos e Prefeitura. O Prêmio nos desafia e incentiva na busca pela modernização e profissionalização na gestão pública. A manutenção de Concórdia em primeiro lugar pelo 6º ano consecutivo demonstra seriedade, compromisso e busca pela excelência na gestão. Somos modelo de gestão pública eficiente.”

Em sua sétima edição foram avaliados 36 itens que dizem respeito a práticas de: transparência, equidade, ética e responsabilidade corporativa e social.

Entre os itens avaliados podemos citar: a elaboração e divulgação da política de investimentos, relatório de atividades, planejamento estratégico, atas dos Conselhos Administrativo e Fiscal e do Comitê de Investimentos, certificação profissional do Comitê de Investimentos, cumprimento da meta atuarial (INPC + 6% ao ano), regularidade na prestação de contas e informações legais à Secretaria de Previdência e demais órgãos reguladores, regularidade das obrigações fiscais, credenciamento de instituições financeiras, ouvidoria, repasse as contribuições pelo ente em dia, reconhecimento do passivo atuarial e Certificado de Regularidade Previdência – CRP regular (documento obrigatório para que o Município possa celebrar convênios e receber recursos da União).

Além das atividades de ordem legal, foram avaliadas outras ações de gestão como: elaboração de cartilha previdenciária, edição de boletins informativos, capacitação aos servidores e conselheiros, recadastramento de segurados ativos e inativos, desenvolvimento de ações sustentáveis, atividades integrativas e de valorização dos segurados inativos, programa de preparação para a aposentadoria dos servidores ativos e política de segurança da informação.

Confira abaixo os três primeiros colocados em cada categoria:

Pequeno porte (até 2.000 segurados):
1º) Concórdia, SC: 58 pontos
2º) Lucas do Rio Verde, MT: 55 pontos
3º) Triunfo, PE: 53 pontos

Médio porte (de 2.001 a 5.000 segurados):
1º) Navegantes, SC: 57 pontos
2º) Viçosa do Ceará, CE: 57 pontos
3º) Garanhuns, PE: 50 pontos

Grande porte (acima de 5.000 segurados):
1º) Cabo de Santo Agostinho, PE: 57 pontos
1º) Indaiatuba, SP: 57 pontos
2º) Praia Grande, SP: 57 pontos
3º) Estado do Amazonas, AM: 56 pontos

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *