Avaliação Atuarial

AVALIAÇÃO ATUARIAL

É o processo pelo qual identificamos os compromissos da entidade e de seus participantes em relação ao que foi prometido em termos de benefícios – e quais os recursos necessários para garanti-los.

Para tanto, são montados cenários, onde inúmeras variáveis são envolvidas. Esta, ao longo do tempo, pode se alterar – surgindo aí a necessidade de um acompanhamento contínuo por parte do Atuário.


Equilíbrio Atuarial

Premissas:
– Cadastro bem estruturado;
– Escolha de hipóteses atuariais adequadas;
– Obediência às hipóteses atuariais;
– Obtenção da melhor rentabilidade;
– Repasse integral das contribuições;
– Buscar a compensação financeira – prevista no cálculo atuarial;
– Concessão rigorosa dos benefícios;

Cadastro: dados críticos
– Tempo de serviço anterior;
– Composição da remuneração;
– Tempo no cargo;
– Serviços especiais;
– Dependentes;

Hipóteses: variáveis envolvidas numa avaliação (hipóteses atuariais)
– Mortalidade;
– Incidência de invalidez;
– Estimativa de rotatividade;
– Crescimento real de salários;
– Reestruturação dos quadros de cargos e salários;
– Política econômica do país;
– Taxa de juros;
– Previdência Social.

Essas variáveis podem sofrer alterações de um exercício para o outro e estão disponíveis no documento de avaliação atuarial publicado anualmente.


Regimes financeiros e Método de financiamento:

Denomina-se regime financeiro a metodologia utilizada para determinar, sob o ponto de vista atuarial, o financiamento das responsabilidades vinculadas ao plano de benefícios frente aos segurados.
Para os benefícios do Plano Previdenciário do IPRECON, foram adotados os regimes financeiros e método atuarial de financiamento em conformidade com as disposições da Portaria nº 464/2018.

Regime de capitalização: o regime financeiro de capitalização possui uma estrutura técnica que consiste em determinar as contribuições necessárias e suficientes a serem arrecadadas ao longo do período laborativo do segurado para custear a sua aposentadoria e os demais benefícios previstos ao longo da fase de percepção de renda.

Método Agregado (por idade atingida): trata-se de um método prospectivo de financiamento atuarial. Difere dos demais métodos por não calcular as provisões individualmente. Pelo método Agregado tradicional, não há apuração de desequilíbrios técnicos-atuariais, visto que as alíquotas a serem aplicadas imediatamente após a avaliação atuarial são apuradas considerando a parcela do Valor Presente Atuarial dos Benefícios Futuros – VABF ainda não cobertas pelo patrimônio garantidor. Tem-se, com isso, a apuração de uma alíquota de equilíbrio para a massa de segurados, observado o Valor Presente Atuarial dos Salários Futuros – VASF.

Apresenta-se o resumo do modelo atuarial efetivamente adotado por benefício:

Regimes financeiros e Métodos por benefício – Plano Previdenciário:
– Aposentadoria por tempo de contribuição, idade, compulsória e por invalidez: Capitalização e Ortodoxo;
– Pensão por morte de servidor ativo, de aposentado válido e de aposentado inválido: Capitalização e Ortodoxo.


Reservas Matemáticas ou Exigível Atuarial

É o valor determinado pelo processo matemático, que equilibra as responsabilidades futuras, num contato, entre a “entidade” e o “participante servidor”, ou seja: é a diferença entre os encargos da entidade e do participante servidor, avaliado pela mesma tábua de mortalidade, taxa de juros e à mesma época.
Dividem-se em: Benefícios Concedidos + Benefícios a Conceder – Reserva a Amortizar Benefícios a Conceder.


Equilíbrio do Plano

É quando a entidade mantém em seus ativos os recursos necessários para a cobertura dos compromissos:
– Do lado do Ativo, são discriminados todos os bens e direitos da entidade (disponível, investimentos, realizável, permanente e outros);
– Do lado do Passivo, são indicados o exigível não atuarial (contas a pagar e a receber) e o exigível atuarial (reservas matemáticas).

Ou seja: ativo líquido = exigível atuarial


Legislação:

As avaliações atuariais dos Regimes Próprios de Previdência Social – RPPS devem seguir as normas estabelecidas pela Portaria nº 464, de 19 de novembro de 2018, do Ministério da Fazenda, que, ainda estabelecem parâmetros para a definição do plano de custeio e o equacionamento do déficit atuarial.


Vinculação ao Regime Próprio

Quem pode:
– Servidores com titulares de cargos efetivos.

Quem não pode:
– Servidores ocupantes exclusivamente de cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração;
– Empregados públicos;
– Agentes políticos;
– Servidores cedidos de outras esferas como ocupantes de cargos em comissão;
– Aposentados que voltam a ativa no serviço público;
– Servidores com cargos ou função funções temporárias;
– Servidores públicos estáveis não ocupantes de cargos efetivos.

Benefícios

Quanto ao servidor:
– Aposentadoria por invalidez;
– Aposentadoria por idade;
– Aposentadoria por tempo de contribuição;
– Aposentadoria compulsória;

Os proventos de aposentadoria são calculados com base na totalidade da remuneração do servidor – vedada a inclusão de parcelas remuneratória pagas em decorrência de função de confiança, de cargo em comissão ou do local de trabalho.

Quanto ao dependente:
– Pensão por morte.


Custeio

Contribuição:
– Ente público;
– Ativos;
– Inativos;
– Pensionistas.

Limite de contribuição do ente público: não poderá exceder o dobro da contribuição previdenciária do segurado.


Taxa de administração:

Está tramitando junto ao Poder Legislativo o Projeto de Lei Complementar nº 22/2020 que prevê a alteração do valor anual da Taxa de Administração, prevista no art. 124 da Lei Complementar nº 164, de 1999 e alterações, para 3% (três por cento) sobre o valor total das remunerações-de-contribuição dos segurados ativos, relativo ao exercício financeiro anterior.

Clique aqui para acessar.

Icon

Cálculo Atuarial 2020 1.23 MB 32 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2019 974.84 KB 56 downloads

...
Icon

CÁLCULO ATUARIAL - 2018 896.42 KB 24 downloads

...
Icon

NOTA TÉCNICA ATUARIAL - 2017 835.41 KB 28 downloads

...
Icon

AVALIAÇÃO ATUARIAL - 2017 1.05 MB 28 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2016 485.81 KB 2 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2015 1.59 MB 0 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2014 603.10 KB 1 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2013 1.22 MB 2 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2012 8.54 MB 1 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2011 7.98 MB 1 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2010 - Parte 1 6.93 MB 3 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2010 - Parte 2 7.81 MB 1 downloads

...
Icon

Cálculo Atuarial 2010 - Parte 3 8.66 MB 0 downloads

...