Gestão Positiva do IPRECON

Destacamos a participação do IPRECON na condição de expositor, no evento “Impactos da Reforma da Previdência”.

Ocorreu no período de 31 de março a 2 de abril p.p., em Florianópolis (SC) e foi promovido pelo CETEM. O público compunha-se de aproximadamente 150 servidores da administração pública federal, estadual e municipal, entre eles regimes próprios de previdência, tribunais de contas, secretarias de Estado, auditorias internas, órgãos de previdência complementar e, também, assessores jurídicos, atuários e consultores de previdência. Diversos Estados brasileiros estavam representados, do Rio Grande do Sul ao Amapá.

O Instituto foi representado pela Diretora Presidente em exercício e Presidente do Conselho Administrativo, Lenir Genilse Molossi Comin, que representou a Diretora licenciada, Marta Corradi de Souza, e pela ex-assessora jurídica, Marlete Aparecida Savoldi Radin, co-autora dos trabalhos apresentados. A exposição ocorreu no dia 1º de abril, no período da manhã.

Tivemos a oportunidade de expor sobre dois temas: a concessão de benefícios a partir da EC 41/03 e a implantação do sistema de controle interno. No primeiro assunto, a metodologia de trabalho desenvolvida e adotada pelo IPRECON foi destaque porque proporciona facilidade e segurança na análise dos pedidos de benefícios. Verificamos que os demais órgãos gestores de RPPS não dispõem de uma ferramenta de trabalho similar.

Para o público, trata-se de uma inovação na rotina de concessão de benefícios previdenciários. Diversos representantes de órgãos presentes manifestaram-se no sentido de que irão adotar a metodologia de trabalho, como por exemplo, a Diretoria de Benefícios da Secretaria de Administração do estado de Santa Catarina.

O case “implantação do sistema de controle interno” também logrou grande receptividade do público, especialmente por estar parametrizado pela Teoria da Qualidade Total.

O feedback do público faz-nos concluir que a experiência bem sucedida num órgão relativamente pequeno ensina que se o pequeno é capaz de fazer bem feito, todos podem fazer bem feito. Especificamente este ponto:

O fato de ser relativamente pequeno e produzir um trabalho de referência aproximou bastante o IPRECON do público, reverteu em admiração da platéia.

Houve uma divulgação forte e positiva do IPRECON, da gestão municipal e do Município. Concórdia mais uma vez entrou em evidência pela competência do serviço e da gestão municipal.

0 comentários

Deixe um comentário

Quer deixar um comentário?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *